Edificação

Entidade de Controle de Qualidade da Edificação

A CEMOSA é uma Entidade de Controle de Qualidade da Edificação inscrita no registo do CTE no ano de 2010, cumprindo as diretrizes traçadas no Real Decreto 410/2010 de 31 de março, onde se estabelece, para os edifícios, o conteúdo das atuações a levar a cabo para se garantir o Controle de Qualidade da Edificação.

A CEMOSA desenvolve o seu trabalho nas fases de controle de projetos, controle de execução das obras e controle das atuações a levar a cabo para a manutenção do edifício, e nos campos de estudos do terreno e do estado de conservação dos edifícios, verificação do cumprimento do Código Técnico da Edificação (CTE) e restantes regulamentações aplicáveis, em edifícios de construção recente ou na reabilitação dos mesmos, avaliação das prestações do edifício ao longo da sua vida útil para verificar o cumprimento de cada uma das exigências básicas da edificação do CTE e restantes regulamentações aplicáveis, supervisão da certificação energética dos edifícios e avaliação das prestações de sustentabilidade, funcionais e espaciais dos edifícios.

Controle Integral da edificação

Esta atividade abrange o controle integral do projeto e a execução das obras de edificação, que inclui, entre outros, os seguintes trabalhos: Project Management ou Direção Integrada de Projetos, Assistência Técnica à direção de obras, testes de funcionamento e colocação em funcionamento de equipamentos e instalações, verificando o seu funcionamento em conformidade com as especificações técnicas dadas no projeto e com a regulação em vigor, Estudos acústicos e medições de ruído (isolamento acústico, emissão para o exterior, etc.), Certificados de Eficiência energética e comprovação da qualificação.

Eficiência energética

Atuando como consultora energética, a CEMOSA conta com especialistas em certificação energética que proporcionam ao cliente a proposta mais ajustada às suas necessidades, elaborando o certificado energético ou a certificação energética do imóvel, analisando os melhoramentos necessários para garantir um melhoramento na eficiência energética do edifício, utilizando para tal o último software do mercado.

A CEMOSA atua em conformidade com a Diretiva 2002/91/CE, no que se refere à certificação energética, juntamente com a Diretiva 2010/31/UE, de 19 de maio, e a sua transposição parcial para o ordenamento jurídico espanhol através do Real Decreto 235/2013 de 5 de abril, pelo qual se aprova o Procedimento básico para a certificação de eficiência energética de edifícios, tanto de construção recente, como existentes.

Acústica

A CEMOSA oferece um serviço integral de medições de ruído ambiental, medições de isolamento acústico ao ruído aéreo entre locais, de isolamento acústico ao ruído aéreo de fachadas e de solos ao ruído de impactos, de acordo com as diferentes legislações autonómicas e locais.

A CEMOSA também efetua estudos acústicos e estudos preditivos de ruído, facilitando ao cliente a ação do projeto. Partindo da verificação inicial do isolamento acústico e dos níveis sonoros provocados por uma atividade, infraestrutura ou instalação que garantem o funcionamento da mesma dentro dos valores exigidos pela regulação aplicável.

Uma equipe de profissionais presta serviços de Medição de isolamento acústico “in situ” com implantação na maioria das Comunidades Autónomas, fim para o qual dispõe de analisadores de espetro, sonómetros, fontes de ruído diretivas, fontes de ruído dodecaédricas, que juntamente com uma metodologia de trabalho eficaz resolve a problemática nas diferentes hipóteses e situações de acordo com os Procedimentos desenvolvidos pelo nosso Manual da Qualidade do Laboratório de Acústica e Ruído.

OCT

Desde o ano de 2000, e reconhecida pelas principais seguradoras, a CEMOSA desenvolve esta atividade a partir da entrada em vigor da Lei 35/1999 sobre Ordenação da Edificação (LOE), onde se estabelece, para os edifícios de habitação, a obrigação de subscrição, por parte do promotor, de um seguro que cubra os danos materiais ocasionados no edifício pelo incumprimento das condições de habitabilidade ou que afetem a segurança estrutural no prazo de três e dez anos, respetivamente. A CEMOSA elabora os relatórios necessários para tornar viável esse sistema de garantias, exigido pelas seguradoras para conhecerem o risco.