Indústria

ESTRUTURAS METÁLICAS

Atualmente o uso destas estruturas está associado a edifícios com características singulares, quer pela sua conceção (magnitudes de vãos a cobrir, de altura), em construções desportivas ou em instalações industriais. A CEMOSA efetua o controle das estruturas metálicas com pessoal qualificado para tal na receção na obra, em visitas à oficina de elaboração, durante o período de montagem, assim como verificações periódicas.

Todos estes controles são efetuados mediante ensaios como, por exemplo:

RECONHECIMENTO POR ULTRASSOM. O objeto deste ensaio é a deteção e caracterização de descontinuidades e anomalias no interior dos materiais provocadas durante a execução ou produção das uniões ou do produto.

RECONHECIMENTO POR LÍQUIDOS PENETRANTES. É um ensaio não destrutivo que tem a função de detetar, defeitos superficiais de soldaduras, materiais metálicos e não metálicos.

QUALIFICAÇÃO DE SOLDADURAS POR RAIOS X. Este ensaio é utilizado para detetar defeitos no interior de materiais através de placas radiográficas.

EXAME MEDIANTE PARTÍCULAS MAGNÉTICAS DE UNIÕES SOLDADAS. É um ensaio não destrutivo que deteta os mesmos defeitos que os líquidos penetrantes, pelo que pode ser utilizado como alternativa. Utiliza-se principalmente em materiais ferromagnéticos.

INSPEÇÕES VISUAIS: Efetuam-se na execução, mede-se a geometria, determina-se se existem defeitos externos e analisa-se o acabamento superficial do material.

PROCEDIMENTO E HOMOLOGAÇÃO DE SOLDADORES: A CEMOSA supervisiona os procedimentos e aprova-os mediante a execução de ensaios em conformidade com a norma.