Infraestruturas do Transporte

CAtualmente a CEMOSA desenvolve esta linha de investigação no âmbito das infraestruturas ferroviárias e rodoviárias. As atividades realizadas abrangem todo o ciclo de vida destas infraestruturas, desde planejamento à manutenção, incluindo projeto inovador, introdução de novos materiais, instrumentação avançada e sistemas de informação, entre outros. A seguir, se enumeram os recursos de CEMOSA neste campo:

  • Projeto inovador de infraestrutura: Serviço de Engenharia Inovadora e Integrada (I3) onde uma equipe multidisciplinar de pesquisadores aborda o projeto de elementos de infraestrutura aplicando conhecimento especializado em: simulação numérica, tanto estrutural como geotécnica; modelos de comportamento avançados, desenvolvidos a partir de caracterização de materiais em laboratório; e validação através de monitoramento integrado nos testes piloto.
  • Manutenção inteligente: Durante a fase de operação da infraestrutura, a manutenção costuma ser a principal fonte de custos, assim como, um importante limitador de recursos. A aplicação de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) pode melhorar a eficiência da manutenção. Nesta área, CEMOSA desenvolve algoritmos avançados para prever a degradação de defeitos, implementa sistemas de gestão de ativos dotados com ferramentas de apoio à tomada de decisões para o planejamento da manutenção, elabora procedimentos de manutenção eficientes suportados por novas tecnologias e realiza análises de confiabilidade, manutenibilidade, disponibilidade e segurança (RAMS).
  • Monitoramento avançado: Os novos desenvolvimentos em infraestrutura e manutenção geralmente requerem soluções inovadoras de monitoramento. Um plano de monitoramento desenvolvido por engenheiros estruturais e geotécnicos garante que estejam medindo única e exclusivamente os parâmetros necessários para controlar a integridade estrutural dos elementos de infraestrutura. Alguns dos desenvolvimentos neste campo tratam sobre o uso de redes de sensores de baixo custo integrados na infraestrutura durante sua construção e à aplicação de técnicas de análises modal espectral para deteção de defeitos.
  • Avaliação de impactos: Atualmente estão no auge os denominados Análises de Ciclo de Vida (ACV) e Análises de Custo de Ciclo de Vida (ACCV), entretanto a metodologia descrita nas diversas normativas e os aplicativos informáticos disponíveis no mercado não costumam ser aplicáveis às infraestruturas de transporte. Graças à sua longa trajetória em engenharia, a CEMOSA conta com uma base de dados de custos e de impactos ambientais exclusiva e comprovados para a realização deste tipo de análises, assim como uma metodologia própria para sua aplicação no desenvolvimento de novos produtos.

Esses temas são desenvolvidos nos diversos projetos de pesquisa em que a CEMOSA participa, e a área ferroviária, em particular, tem sua continuidade assegurada a médio e longo prazo, graças à recente incorporação como Membro Associado na iniciativa Shift2Rail (www.shift2rail.org) da União Europeia.